Últimas Notícias


-Data de chegada: 28 JUNHO 2018

-Data de partida: 12 JULHO 2018

- Alojamento em residencial estudantes ou em hotel ( 3 /4 pessoas por quarto )

-3 Refeiçoes por dia (pequeno almoço, almoço, jantar )

-Para os grupos que viajam de avião, a Organização do festival responsabiliza-se pelo transporte desde o aeroporto (Krakow, Wroclaw, Prag, Berlin, Warsaw) e durante o festival

-Para os grupos que viajam de autocarro, a Organização do festival irá pagar 150 litros de gasóleo.

-Duração dos programas a apresentar: 10, 15, 20, 30, 40 minutos, e 1-2 minutos durante o desfile

-Número de participantes: 30 + 2 motoristas; para cada pessoa a mais, o grupo terá de pagar  20,-euro por dia (240Euros no total da estadia)

-Somente serão aceites candidaturas de grupos adultos

-Música ao vivo obrigatória

-Nas Edições anteriores participaram os seguintes paises: Taiwan, Chile, Puerto Rico, Indonesia, Columbia, Brasil, Turkey, Gerogia, Serbia, Israel, Romania, Slovakia, Ucraine, India, Russia, Czech, China, Costarica,

Links do festival 2017:

/www.youtube.com/watch?v=nYe_QngxbTQ

www.youtube.com/watch?v=tFNUT35XB_A

www.youtube.com/watch?v=BZfKUd9_okU

www.youtube.com/watch?v=0WrdJ7WYWqs

 

Os grupos interessados deverão enviar um historial em inglês, uma fotografia e link de video para o Gabinete de Relações Internacionais: internacional@ffp.pt

 

Responsável do Gabinete de Relações internacionais da FFP

Carla Meira

Gabinete de Relações Internacionais - Polónia

 

 Caros amigos folcloristas,

No dia 8 de janeiro, a direção da FFP completou um gratificante e laborioso ano de mandato tendo-se firmado passos resolutos na afirmação, credibilização e crescimento institucional amplamente ambicionado por nós todos. Podemos, hoje, afirmar, convictamente, que o nosso movimento se tornou mais plural, dinâmico e reconhecido.

Para tal, trabalhámos em equipa: órgãos sociais, estruturas descentralizadas e conselheiros técnicos, colaboradores(as), agentes culturais associados e não associados, instituições congéneres, assim como paceiros políticos e empresariais à descoberta de novas possibilidades, novas potencialidades, novas abordagens e novos projetos impulsionadores e amplificadores da nossa missão institucional… da nossa mensagem.

De igual modo, trabalhámos com abertura democrática procurando envolver todos os agentes culturais na construção da nossa instituição e da sua missão cultural dando-lhes voz ativa nos destinos do movimento e na conceção das diversas ferramentas de trabalho enquanto procurámos maior proximidade com as nossas bases: os grupos de folclore.

Nem todos os objetivos foram alcançados da melhor forma. Ficaram ainda algumas ambições por concretizar. Não obstante, em contrapartida, muitos foram os êxitos que nos encheram de orgulho e satisfação tornando o ano de 2017 um momento onde foi possível retirar preciosas aprendizagens permitindo traçar melhorias significativas onde necessário.

A instituição cresceu em várias frentes admitindo novos associados, criando protocolos de cooperação com outras instituições e federações, criando novos CTRs em regiões/países desprovidas destas estruturas, celebrando acordos/protocolos de cooperação, realizando consultas públicas e inquéritos de satisfação aos associados, melhorando e criando condições financeiras vantajosas para os associados em diversos setores (seguros, transportes e combustíveis), realizando reuniões de direção descentralizadas pelo território nacional, produzindo documentação estruturante para o movimento, promovendo formação diversa dispersa por todo o território nacional e além-fronteiras, reunindo com as diversas tutelas, consolidando financeiramente a instituição, melhorando e tornando os procedimentos administrativos e financeiros mais transparentes e funcionais…

Sem grande aprofundamento, quisemos, neste momento, dar conta do trabalho desenvolvido e agradecer a todos aqueles que de qualquer forma se associaram a este projeto e contribuíram para construir este caminho renovado edificando uma federação de todos e para todos, rumo aos desafios do futuro.

Bem-hajam!

A direção da Federação do Folclore Português

Um ano de mandato